R. A. Freire: O amor é um conselheiro perigoso e que...

O amor é um conselheiro perigoso e que não tem opinião própria. Tudo vai depender do que for mostrado a ele, ele pode muito bem sugerir a teu coração uma felicidade instantânea ou mesmo surpreender teus olhos com lágrimas.

Inserida por areyouromantic