Susilene Thomson: Em resposta ao " Quem sou eu?"...

Em resposta ao " Quem sou eu?"

Perguntas que não se espera respostas.
vazio que não se preenche
Multidão que traz solidão.
Palavras que perderam o sentido.
Sorriso que se perdeu em meio a lágrimas.
Caminhos que não levam a lugar algum...
Porque nas muralhas existem rachaduras e o cristal se partiu em cacos.
A tempestade foi cortada pelo sol,
E até mesmo o furacão perderá a sua força...
Assim é o coração de alguém, que se olha no espelho e não se vê... e se pergunta:
Quem sou eu?
não vê sua imagem, vê somente duvidas...

Inserida por thomson