Ricardo da Silva Candido: Em uma noite qualquer sonhei que eu...

Em uma noite qualquer sonhei que eu estava em um canto escuro chorando, queria uma luz, alguma inspiração para arte ou poesia, então vi um vulto, era uma mulher. Algo nela me fez sentir vergonha da situação em que eu estava. Levantei, enxuguei minhas lágrimas, e assim que ela se aproximou enxerguei lindos olhos castanhos que me sugaram para dentro, e então vi cores, que representavam, alegria e tristeza, coragem e medo, o tempo parou por um segundo, senti meu coração parar de bater e me acordei com vontade de escrever, algo que atraia aqueles olhos para minha realidade.

Inserida por Candinho51