Elza Helena de Almeida.: ESPERANÇA. Abra as janelas, Puxe as...

ESPERANÇA.

Abra as janelas,
Puxe as cortinas,
Veja o que há,
Por trás das retinas,
Reflita quando a lua grita,
Vê que o sol aparece,
Explodindo reações,
Brasas aparecem,
Liberdade,emoções,
Caminhe na praia,
Escreva na areia,
Diga não às amarguras profundas,
Não deixe passar despercebido,
Um dia de sol,um dia de chuva,
Uma noite de luar e estrelas,
Ou uma noite vazia e fria,
Deixa o sol nascer,
Deixa o sol entrar,
Não morra assim,
Como num dia triste.

Inserida por poetadaalma