Luh: Deus numa tarde passeava solitario pelo...

Deus numa tarde
passeava solitario pelo Jardim do Éden.
Num certo momento ele se abaixou apanhou um punhadinho de barro nas mãos...e começou a moldá-lo
enquanto que em seu coração havia sonhos muitos sonhos...
De repente sua obra enfim ficou pronta
então ele aproximou a palma das mãos nos lábios
e soprou...
Soprou o halito da vida...
A brisa do Espirito Santo!

Por isso hoje estamos aqui!
Nascemos do Nada
Dum monte de terra molhada

Obrigada meu Deus por não deixar que eu
jamais esqueça da minha origem
E Ainda que eu me esqueça
Tu sempre vens lembrar-me!!

Inserida por pequenossilencios