Rafael Resende: Falar de algo que nunca vimos, nunca...

Falar de algo que nunca vimos, nunca sentimos, falar do novo, algo sublime, algo que nos leve a ter uma nova visão do mundo, uma nova visão do invisível, entender o impossível, desbravar o desconhecido, até que este se torne velho, para que novamente iniciemos uma busca incansável pelo novo, pelo desconhecido, pelo que está distante, mais tão perto o quanto possamos imaginar. Vale apena ser um pensador, vale apena ser um explorador da mente, vale a pena conhecer o desconhecido, mesmo que este esteja tão claro e convicto em nós. Vale a pena ser um pensador.

Inserida por rafaelresende