Naftaline: A saudade Escandalosa ou tímida...

A saudade

Escandalosa ou tímida
Desesperada ou contida

A saudade nos invade.
Às vezes dói,

Sufoca, maltrata...

Outras vezes, ela apenas nos faz lembrar
Do bem que alguém nos faz quando está por perto

Ou do quanto tudo aquilo foi bom.

A saudade machuca ou enternece

A saudade é dúbia,
A saudade é bipolar

A saudade não reconhece que aqui não é o seu lar./ A saudade achou em mim (fez de mim) o seu lar.

Inserida por Naftaline