Altair Leal: Eu vi o menino no lixo, Eu vi o...

Eu vi o menino no lixo,
Eu vi o urubu...No luxo.
Que prato vai comer o bicho?
A carne ou o lixo?
Quem é lixo?
Quem é carne?
Quem é bicho?

Quem viu adiante o destino,
Tendo a frente um futuro nu?
Terá sido o urubu-menino?
Ou foi o menino-urubu?

Altair Leal/ direitos reservados
poesia publicada no livro
Marginal Recife vol.05

Inserida por panteracordelaria