Raissa Craveiro: O Fim. Quero me desligar de tudo, Quem...

O Fim.

Quero me desligar de tudo,
Quem sabe assim me desligo de você.
Aprendo a parar de sofrer,
Talvez essa seja a única receita para te esquecer.
Que tomada é essa, que me liga de tal forma de ti?
Que prisão é essa?
Não é amor, não é amor.
Como eu posso amar uma pessoa imperfeita, desumana?
Será que eu aprendi a amar os teus defeitos, o teu ridículo jeito?
Entre tantos, eu escolhi a ti, mas logo a ti?
A tua ausência ta me enlouquecendo,
Já que a tua presença me “acalma”, e me deprimi.
Fico mansa, quieta, prestando atenção a cada atitude tua,
Palavra, gesto, quando estou junto a ti.
E acabo vendo que a única coisa que resta de nós dois,
É um corte bem profundo que ficou entre você e eu.
Pois o “eu e você”, já é incerto.
E o resto... É apenas uma ilusão.

Inserida por Raissa2008