Renata Pinho: É assim mesmo... É assim mesmo De...

É assim mesmo...

É assim mesmo
De repente acabou...
Não é mais o seu sorriso
nem os seus olhos
Algo melhor surgiu, aprendi a me ver de frente

Não foi o que você fez
Foi o que eu não fiz
o que eu não sabia
Na verdade, eu nem me conhecia...

Não cabe a você ajudar
A ajuda já foi dada
Não sinto nada
nem pena
nem rancor
nem ódio
nem compaixão
nem desespero
muito menos medo

Não sinto nada pelo que vai ou vem de você
Simplesmente não sinto falta
E não sei explicar como foi
De repente acabou

Meu coração não está vazio
Existe um lugar dentro dele
que já não é mais seu
Agora pertence aos meus anseios
aos meus desejos
pertence à minha vida
aos meus sonhos
e principalmente
às minhas realizações

É...foi assim mesmo
De repente
eu sou assim
É mais um jeito meu que teve a possibilidade de conhecer
Meu mundo é cheio de entradas e saídas
e você conheceu as duas portas

Inserida por marenda