Fátima araújo: Vivo contente e confiante em mim não me...

Vivo contente e confiante em mim não me alegra
O desespero alheio e descontente comigo mesmo
Qual o meu longo fim sinto-me repulsivo pelos
Próprios meios que aqui venho.
E o teu nome é feito água, pai,amada eu sou levarei
Comigo bem guardado como é doce a lembrança de
Todos os que conhecem você e que pra mim responde mais.

Inserida por fatimaaraujo