Kaduartes: A velha imagem sente o tempo, vive em...

A velha imagem sente o tempo,
vive em certo retrato...
com amor vivia e pelo mesmo partia,
Velho tb o instrumento que no seu canto morria,
ausente de som, somente um ruido que dizia...
venha, venha, filho da luz que caminha.
A dor permanecia em terra soterrada, feliz desaparecia...
O fim aguarda tudo e nada, só ilumina o negro da fonte divina...

Inserida por kkaducosta