Clebson Moura Leal: PASSAGEM Foi do meu rosto que caiu uma...

PASSAGEM

Foi do meu rosto que caiu uma lágrima,
em que hoje, brilha uma estrela penosa:
pensando tanto no teu rumo distante,
lembrando tanto na tua face custosa...

Tão docemente caiu todo o sonho:
tanto tempo embalado à minha dor,
e nunca mais agora o recomponho!...

Lágrima e sonho, oh, tanto engano!
E longe corria o tempo na lembrança,
suspirando o seu próprio desencanto.

Inserida por shoran