Clebson Moura Leal: TREVA Tento segurar meus sonhos bem...

TREVA

Tento segurar meus sonhos
bem dentro da minha mão:
mas eles são tão dolorosos!,
- e por tristes ventos se vão...

Só o nome da lágrima fica,
permeando a tristeza chegada.
E a lágrima que cai dos olhos
mata toda esperança inventada.

Vão os sonhos, e vão tão leves!
Não fica nem a luz dos olhares.

(Ó vento, tudo é tão doloroso,
sob os passos que caminhastes...).

Inserida por shoran