Ines Matos: E assim aos poucos a tristeza se instala...

E assim aos poucos a tristeza se instala e me sufoca, aos poucos os dias passam e quando dou por mim sei que desperdicei dias, sei que ajo mal, sei que fico á espera que a felicidade me encontre apesar de saber que não vai encontrar porque a minha vida é feita de desencontros, de erros, de enganos, de lamúrias, de palavras em excesso, de palavras por dizer. Assim aguardo que algo me desperte o interesse que algo me faça brilhar o olhar, de algo que me faça dizer que vale a pena agarrar, mas isso não chega e eu continuo em vão deixando a vida passar, sem alegria, sem sentido, sem razões para sorrir, isolada, magoada, assombrada por fantasmas que teimam em que visitar a dormir ou acordada, fantasmas que me roubaram o encanto, o sorriso e a capacidade de amar, fantasmas que deixaram apenas um corpo vazio e sombrio pois o que está por dentro está vazio, está decadente e farto de lutar contra os fantasmas do passado que teimam em não me deixar viver.

Inserida por Ines.PT