L.G.: Já tentei, lutei, brinquei, inventei,...

Já tentei, lutei, brinquei, inventei, reinventei e nada, nada muda isso dentro de mim, me afogo em um travesseiro de lembranças que não cessam, penso em pensar em alguma outra coisa que não me ligue a você, mas tmb n adianta, qualquer ação faz com que a reação acabe em um bem comum, vc, sempre vc, é uma luta que n termina nunca, coração versus razão, dois gigantes dentro de mim, um apunhalando o outro pelas costas, hora um, hora outro, e quando penso, tenho quase certeza que a razão conseguiu acabar de vez com o coração, uma música, uma foto, uma gíria, uma pessoa que toca teu nome, ressuscita o coração, com uma força que nem eu sei de onde ele tira, vem e esmaga a razão de uma tal forma que quase me convence a agir de forma limpa, bonita e verdadeira, sentimento gritando dentro de mim, mas vem mais um dia, vejo coisas que n queria ver, ouço, leio coisas que fazem com que a velha e quase morta razão, ressurja das cinzas, abafando todo aquele papo de sentimento, tudo escurece dentro de mim, as surpresas que eu pensava em fazer, os planos de atos ousados que me vinham, naquele momento se dissolvem em sentimentos que eu n gostaria que fizesse parte de mim.
E assim se vai...
Metas alcançadas no trabalho, faculdade indo bem, mas ai tu olha pro lado, e não tem com quem dividir todas essas vitórias, todos esses êxitos. Amigos? Família? Tudo bem, dão força sempre, mas no teu eu, lá dentro, tu realmente sabe com quem vc gostaria de estar dividindo tudo isso naquele momento.
Mas essa briga dentro de mim, eu espero que um dia acabe, e espero tmb que o sentimento vença.
Eu espero.

Inserida por Lago