Max Pringle: Então vá... Não disse a mim que...

Então vá...
Não disse a mim que tinhas coragem de ir...
Pois vá.
Fizestes do caminho um rio cheio de pedras...
Colocastes inúmeros obstáculos que não puderam ser vencidos
Então vá.

Com as águas do rio vão também minhas lagrimas
Banhadas pela luz da lua cheia
Ardente como o fogo que brota de meu coração
Que quis te oferecer enorme paixão
Porem Não aceitou

Agora vá.
Comigo deixas um sentimento que se porta como um punhal em minha alma
Fazendo-me sofrer a cada dia mais.
Vá, e leve contigo esse punhal que atormenta minha alma
Arranca-o de vez e vá...
Mas vá sem culpa
Afinal eu que te fiz um anjo
Uma santa intocável, um amor platônico .
Agiste da maneira certa a todo tempo ... eu que agi sempre errado ...
Simplesmente vá!

Inserida por maxpringle