Bernardo Almeida: Cuspe Cuspo sim Sete vezes no prato em...

Cuspe

Cuspo sim
Sete vezes no prato em que comi
Importa-me apenas o alimento

Da próxima vez, comerei de mão
E não dar-te-ei o prazer de humilhar-me
A sua caridade foi desmascarada

Subitamente, um olhar malicioso se forma
Sobrancelhas capciosas
Usastes da minha fraqueza para se fortalecer

Mas em seu nutriente egoísta
Encontrarás o veneno que te espera
E sentirás a dor, mesmo que inconsciente

Como uma peste sem cura
Esta é a minha praga
Por sete gerações

E não verás a luz
Mesmo que enxergue
E sentirás a cruz

Não terás alegrias
Mesmo que insistas em sorrir
E não encontrarás a felicidade

Não terás conhecimento
Mesmo que tenhas informação
Serás um eterno ignorante

Não se sentirás acompanhado
Mesmo que cercado de centenas de pessoas
Serás a solidão e o esquecimento

Desejo-te agora boa sorte
E cuspo mais sete vezes no prato em que comi
Para que mantenha o mesmo nojo
E não volte a repetir este maldito erro

Bernardo Almeida (www.bernardoalmeida.jor.br)

Inserida por robertleroy