Edgardo Xavier: Corre-me no sangue a tua voz ardente som...

Corre-me no sangue
a tua voz ardente
som de terra
queimada
a golpes de tempo
Corre-me no corpo
a força do lume
aceso
na seda breve dos teus dedos
descuidados

Inserida por solitaria543