LEANDRO LEITE FELISBERTO GOVERNADOR VALADARES: MUITAS VEZES ME PERGUNTEI O QUE FIZ DA...

MUITAS VEZES ME PERGUNTEI
O QUE FIZ DA MINHA VIDA
ME PERGUNTO SE IREI DEIXAR ALGO
POR AQUI ONDE ESTOU
ME PERGUNTO SE DEIXAREI ALGUMA SEMENTE
NESTA TERRA ARIDA E SEM VIDA
MEUS PENSAMENTOS SE PERDEM
SE DEIXAM LEVAR PELAS MAS INFLUENCIAS
AS PESSOAS QUE ME RODEIA
ATE MEU CAO QUE NAO MORDIA
HOJE TE MOSTRA OS DENTES
NA HORA DO ALMOÇO
NA HORA DE DIA ESCURO
O MEIO DIA NUNCA CHEGA
E A MEIA NOITE NUNCA SE VAI
TENHO MEDO DE SER QUE SOU
DE TOMAR A MINHA DESCISAO
DE ESTAR E DE ENCONTRAR O VAZIO QUE ME CERCA
AGORA VEJO QUE TODOS TEMOS MEDO
E MUITAS VEZES DISFARÇAMOS
PARA AS PESSOAS QUE NOS CERCAM NAO NOS VEJA
MAS AGORA POR DENTRO MINHA ALMA CHORA
MEU CORPO PAGA E SENTE O PESO DAS NOITES PERDIDAS
MAS NADA E EM VAO
NADA E UM VACUO
SEMPRE ENCONTRAMOS ALGO QUE PREENCHE O VAZIO
ALGUNS SE APEGA NA RELIGIAO
OUTROS SE APEGAM NA BEBIDAS
JA A OUTROS
QUE SAO COMO EU SE TRANSFORMA EM FINGIDORES
E DEIXAM AS LAGRIMAS ESCOREREM FEITO CACHOEIRA DE AGUA ESCURA
MAS NAO PELA NOSSA FACE E SIM PELA ALMA
PELO POEMA QUE SE TRANSFORMA EM VIDA EM HISTORIA E EM SENTIMENTO.
E NO FINAL NADA MAIS E DO QUE UM SINPLES CONTO
MAS NEM SEMPRE COM UM FINAL FELIZ

Inserida por leandroleite