Juliana Franco: Pela janela do meu quarto, eu nas tardes...

Pela janela do meu quarto, eu nas tardes chuvosas, ao debruçar-me nela, ao observar todo aquele outro universo de água, de mágica que vem do céu, que entra em contato não só com os meus olhos, mas com minha pele, meu olfato e pra ser mais precisa até com minha alma. Parece até magia.

Inserida por JulianaFranco