Juliana Franco: Que impossível é te ter aqui comigo,...

Que impossível é te ter aqui comigo, não, não, não impossível, que intocável, que fora do alcance. Todos os dias eu abro os olhos, vejo a vida e a noite, os fecho e vejo a mim, e nesse instante sagrado faço uma prece, e espero de forma inquietante que ela seja atendida de uma forma ou de outra. Penso em tudo e ao mesmo tempo em nada, sinto um amargo fel e um doce sabor, me pego descontrolada e depois calma, às vezes já não sei mais aonde me encontrar e já nem sei se me perdi, cada vez que chega, chega como se fosse uma novidade, uma surpresa, vem sempre com ar de novo e me pega sempre desprevenida, sempre em meio a algo e é espantosa a forma como largo tudo, solto o que me tiver nas mãos, só para poder sentir, vale tanto para mim, quisera eu, ser durante todo o tempo assim, mas sei que em teu fundo, existe algo parecido com o que se encontra dentro de mim. Tu pertences eternamente a mim.

Inserida por JulianaFranco