L.N.P.R.: DECLARAÇÃO A lágrima rolando na face...

DECLARAÇÃO

A lágrima rolando na face
Caída do poço que transbordou
De desejo absoluto do amor
Será que caíste de felicidade?
Ou desabaste de tristeza?
Te realizaste,ou decepcionaste?
Fales à mim
Sei que te vi
Sem que quisesse
Mas, porque te recusar
A dizer-me o que sentes
Ao menos transpareça
Naquele que deixou-me a dúvoda
Que se nele sorrires
Saberei que estás feliz, e assim
Também ficarei
Porém, se contrário for
Estarei seu ombro amigo
E se nada fizeres
Serei somente dúvida
Ah! Não sabeis o quanto doído
Será em mim
Vejo teus olhos perguntar-me. Porquê?
E agora pergunto-te. Não sabes?
Nunca ouviste meus olhos falar?
Nunca os ouvite gritar?
Nunca os ouviu clamar por teu nome?
Que a mim é sagrado
Leigo em ler meus olhos
Declaro-me sob a forma de tua ignorância
Este amor que carrego desde infância!

Inserida por Natalye