Willer Alves: Saudade "Vida atravessada, sangue...

Saudade


"Vida atravessada, sangue no aperto de mão
Ferida cicatrizada, nessa mão te levo onde for
Eu poderia mentir e me perder na tua pureza
Me sentir alguém e derreter no teu carinho

Pode vir dizer, pois eu quero ouvir falar
No jogo sujo do amor não há o que perder
Tenho vida atravessada e o pouco que tenho você já tem
Não me diga o que fazer e o tempo certo para te entender

Saudade, batida de tanta saudade
Saudade...
Saudade, da tua falta faço a minha coragem
Saudade...

Beijo a tua faca, perco toda a malandragem
Faço prece à tua imagem, o teu pedir é o meu favor
Blefes e truques pobres, sorte e perda sem pensar
Hoje cartas sobre a mesa e ontem vinho no jantar

Eu sei que prometi e não vou cumprir
Dizer o que acho, sem timidez e com todo o escracho
Não há o que explicar o que só eu senti
E do princípio ao fim só me restou

Saudade, batida de tanta saudade
Saudade...
Saudade, da tua falta faço a minha coragem
Saudade..."

Inserida por willalves