ClaudiaBMCosta: Para a sopá de fubá... Ei? Mama?...

Para a sopá de fubá...
Ei?
Mama?
Manheeeeeeeee?
Tu sabes?
Volto ao ventre de tua casa,
e entre a pulsação de tuas mãos
deleito-me no teu calor.
Teu calor afável.
Não queria ir, lá fora faz um frio!
Cuida da tua cria, me recria, mal criada que sou!
Quero ser criança, menina flor.
Me dá meu valor, e eu, te
acompanho onde for.
Ah!
Tava esquecendo...
Faz aquela sopinha de fubá com ovo caipira,
aquela que me pira, me transpira,
eu adoro aquela cor!!!

Inserida por Claudiabacosta