Fernando Luís de jesus: Minha dor O dor que jamais quiz O dor...

Minha dor

O dor que jamais quiz
O dor que de escravo me fiz
Dor que dos lamentos causaram
Da onde o destino pressentiu.

Me rouba a saudade
Me faz aprendiz
Essa dor me conjuga
O tão docê que é viver.

Entre tantas perversas distâncias
Na maldade é que se enxerga o amor
Quando nada não basta o perder
Nem gotas de sangue recupera o ganhar.

O dor que caminha sem pedras
Dor que decide por mim
Tantos são o dias sem gloria
Triste são os dias sem fim.

Inserida por spjd