Caio Vinícius Bordo: Não foi não era pra ser! A tempestade...

Não foi não era pra ser!


A tempestade traz
O silêncio e a frieza
Da saudade,
Mas as lágrimas da
Solidão ainda vem
Para me avisar,
De que hoje estou só
E que ela não
Não irá mais voltar.

Algo perdido quase esquecido
Pelo sofrimento e pela angustia
Que é uma paixão que veio
Sem ser convidada e se
Foi sem se despedir,
Apenas deixando cicatrizes
De um amor não
Correspondido e perdido
Diante de mágoas
Alimentadas pela tristeza.

Não foi não era pra ser!

Inserida por caiovinicius