André Lucas de Almeida: Pelas coisas que vejo, amigos sofrendo,...

Pelas coisas que vejo, amigos sofrendo, chorando, se torturando por alguém,
Alguém, que não se toca, o quanto faz bem, e só pensa em si próprio,
O iludiu, com algo real, e hoje pisa sem ao menos lembrar, quem foi e porque existiu aquele olhar, o gesto de fazer mal um dia, será colhido por si mesmo, faça alguém sofrer, chorar por ti e não querer ajudar, ou ao menos tentar ouvi-lo, irá sofrer três vezes pior, praga ? não, fato ! pois se tu plantar algo bom hoje, será o fruto do amanha, plante a tristeza hoje e veja o fruto podre que irá colher ...

Inserida por andrenj