Eduardo R. Breda: No barco da vida, não somos meros...

No barco da vida,
não somos meros passageiros.
Temos todos remos para ditar o passo da viagem,
e timões para guiar-nos o caminho.
O rio, todavia, é um só:
o tempo, fonte interminável de correnteza,
esta que não retorna,
que não tem o sentido alterado.
Nem pelo maior dos remos,
Nem pelo melhor dos timoneiros.

Inserida por ebreda