Tamiris de Magalhães Almeida: Acredite Acredite em tudo que eu disser...

Acredite

Acredite em tudo que eu disser que sinto, eu não tenho o péssimo hábito de inventar sentimentos que eu não sinto. Inventar o que não existe é se enganar.
Seria um absurdo inventar um sentimento onde pelo qual te trouxesse dor.
Doí as pessoas pensarem que eu sou assim, inventadora de sentimentos doloridos.
Causar dor não é um objetivo ou a forma pela qual eu escolhi viver.
Me pedem para fechar os olhos e proibir minha cabeça de sentir o que as pessoas querem da minha pessoa, é impossível.
Me fazer acreditar no que eu não sinto é mais impossível ainda.
Querer tirar conclusões sobre o que eu penso, sem se colocar no meu lugar, e não aceitar meu modo de pensar, é bater no cabo da minha faca é voltar sem ter causado mudança nenhuma.
Tentativas e mais tentativas inúteis de mudanças virão. Porque eu não sou aquilo que querem, eu sou aquilo que sei e o que sinto.
Pense bem a respeito da palavra acreditar no dicionário diz assim:
“dar crédito a; ter como verdadeiro; crer (acho que já deu para entender?????).”
Olhe para os lados e veja quem acredita em você, quem te dá créditos (que fique bem claro isso não inclui lojas e bancos), perceba quem te tem como verdadeiro quem crê em você.
Não se assuste se por acaso você não perceber isso de ninguém, o importante é que você foi verdadeiro a todo momento com essas pessoas, você deu créditos. Não somos culpados por ter pessoas que não sabem receber o que de mais verdadeiro existe, somos responsáveis pelo que doamos.
Abra seu olhos e veja por mais dolorido que seja quem acredita em você, porque existe várias pessoas querendo acreditar ao menos em um sorriso seu.

Inserida por tamirisasverdades