Samantha Rauber: Dormes tu, tão calmo, enquanto não...

Dormes tu, tão calmo, enquanto não sinto sonolência alguma. Tenho receio de não haver teu despertar, pois dormireis somente quando tu ficares a me cuidar, só assim tereis meu precioso sono novamente.

Inserida por samiinfernus