Fernanda Praciano: AGORA VEJO A CHUVA QUE CAI NA JANELA DA...

AGORA VEJO A CHUVA QUE CAI NA JANELA DA MINHA SAUDADE, TALVEZ SEJA ELA QUE ME FAÇA LEMBRAR MAIS E MAIS DE VOCÊ, DO SEU SORRISO...... SAIBAS VOCÊ NAO MORREU, SÓ O SEU CORPO MORREU, MAS O TEU SORRISO PAIRA NO TEMPO QUE FICOU.

Inserida por ROBERTAce