Wellington Antonio Doninelli Pereira: Sei como é isso, no Brasil não é...

Sei como é isso, no Brasil não é muito diferente, fui expulso da Universidade Federal do Rio Grande do Sul com o testemunho falso de funcionários federais corruptos e, até hoje, estou lutando na justiça para voltar a estudar; o departamento de letras alugava salas para promover a multinacional Xerox e a pirataria de livros e textos protegidos por direitos autorais e embolsavam o dinheiro público dos aluguéis, não declarando os aluguéis recebidos e tudo com a conivência ou negligência da polícia federal brasileira e ministério público federais, os quais acobertavam o crime por não estarem ainda na folha de pagamento das multinacionais.

Inserida por direitoshumanos