Maria Alice Guimarães: DESOLAÇÃO Muitos são os motivos que...

DESOLAÇÃO


Muitos são os motivos que levam à desolação. Se começarmos a pensar sobre o assunto, com certeza perdemos o sono e na manhã seguinte estaremos muito mais desolados.
Mas que diabo de coisa é esta? Uma tristeza misturada com desesperança, com generosas pitadas de decepção.
Pior, desolação é mais do que tudo isto junto. É uma sensação de fim de caminho, de pré-morte. Com ela vem o desânimo, o desamor e tudo desvirtua. A vida perde o foco, a graça já não tem graça, o mundo agora é branco e preto.
A desolação é a consciência de que o tempo passou e fomos excluídos de viver o futuro. Só sobra o hoje, um resto de vida que se chama presente e que amanhã já será passado. É chegada a hora de contabilizar as perdas e os ganhos. Perdemos o desejo, a paixão e o entusiasmo. Fogo baixo, lembranças em alta. “Como era bom antigamente”, hoje as coisas não são mais como eram, dizem os desolados. Foi-se o tempo que fio de bigode era documento, galinha se buscava no terreiro, correndo atrás até pegar a mais gorda. E o fogão de lenha, então. Que delícia poder nadar no rio. Ao invés de pontes havia barcos. A gente namorava, hoje os jovens ficam, mas que coisa é essa se ninguém fica de verdade?
Melhor seria contabilizar os ganhos, por mais difícil que possa ser a tarefa. A vida vivida é ganho sobre a morte prematura. Sempre que penso nisto lembro de quem nem teve a chance de viver. Morreu antes.
Que lindas são as histórias que os mais velhos têm guardadas na memória e podem contar aos mais jovens. São testemunhas oculares. Viram a vida acontecer, foram abençoados com filhos e netos. De nada adianta se queixar que não podem mais dançar porque as pernas não agüentam. Dance do mesmo jeito, devagar, no ritmo de seu tempo.
Desistir de continuar buscando felicidade é condenar-se à depressão, é ingratidão com quem lhe deu a vida, é condenação.
É muito desolador ver pessoas tão lindas assim, desoladas.

Inserida por deusadasaguas7