Padre Fábio de Melo: Espera Sou fraco quando não vejo quem...

Espera

Sou fraco quando não vejo quem sou
E entrego os pontos antes de lutar
Mas sou forte quando vejo nos que amo
E que me amam
Que não deixam a batalha ser entregue
Se ainda tenho forças pra lutar

Sou fraco quando escondo a minha dor
E desisto, antes mesmo de tentar
Mas sou forte quando ergo a minha cruz
E sigo a luz
De mil olhares me dizendo com seu brilho
Estamos prontos pra ajudar

Quando o meu coração
Rendido a dor desacredita que pode lutar
Que o tempo da coragem
No passado se escondeu
E o fracasso agora é certo
E não há nada que se possa
Mais fazer

Vem outro coração
Olha em meus olhos,
Me convence que não é o fim
Se a vida fechou portas, outras novas vão se abrir
E até mesmo o soldado de coragem
Tem direito de ter medo
E de chorar

Chora meu coração
Quem foi que disse que chorar te tornará menor
A dor que agora choras cedo ou tarde florirá
Pois a dor é uma semente de alegria
Que não tardará brotar!

Inserida por elayneplaymusic