Tânia Regina Voigt - Escritora e Poeta: DIA DI SANTU ANTONHU Na igreja de Santu...

DIA DI SANTU ANTONHU

Na igreja de Santu Antonhu
Ondi iêu teimava rezá
Adispois a missa do dia
A procissão fui acompanhá

Era um dia tão bunitu
Aquea tardi quenti e brilhanti
Acompanhandu u santinhu casamentêro
Nem pensava em si casá

Mais prum velho ditadu populá
U futuru Deus dará
Aqueli era um dia marcadu
Que minha vida ia mudá

Si incontrei cum us zóio viradu
Uma moça bem du meu ladu
Era a fía mais di cobiçada
Du maió fazendêro da região
Mi zóiava tuda animada
Sorrinu mi istendeu as mão

A moça muitu da prendada i educada
Morava na cidade grande e longe
Vinha todu anu nessi mesmu dia
Pagá promessa cum sua mãe

Naquela tardi, varamu a noite
Trocamu jura i namoramu
Si aprometêmu pro ano si encontrá
Segui de mãos dada a procissão
Juramo que sempre ficaria juntu
E um dia inté si casá

Hoje, dia de Santu Antonhu
Ficu triste a pensá
U santu qui mi juntô
Nunca mais me ajudô

Inté hoji a procissão é tristi
Choru du começo inté o finá
A minha moça nunca mais vortô
Um Santu mi ajudô
Outro santo mi trapaiô
E tudu di mim levô

Inté, intão!
Sodade da Mariinha
A primêra moça di minha vida.

Inserida por anaferreira