Poeta cumpadi Caipirinha: UM CAIPIRINHA APAIXONADO (Poeta...

UM CAIPIRINHA APAIXONADO
(Poeta Caipirinha)


Mariquinha du meu coração!

Nois tamo viveno a mais linda das paxão
Vois micê se aderreteno e eu se atremendo
Tudo por tamanha das emoção

Mais, mô!
To animado inté pensano em ocê virá uma muriçoca
E ficano zunindo nos meus ovido e pinicano nas zorêia
Dizeno aquéias coisa que deixa nois cheio de cumichão
Sentindo aqueis treim ... aquéias coisa ...
Ocê sabe né ... meismu ainda virgê, ocê sabe usá as mão
Mais sei que os minino aí deve de ficá tuco insima de ocê ... Potrancuda que só!

To toidim de pedra, pra modi vê ocê toda prosa
Sentadinha aqui pertinho de eu, cum vistitu cor de rosa
Õ, sinhá Mariquinha!
Cumu vai sê bão a nossa vida na minha roça!

Quano vejo a lua se escondeno,
já fico imaginano que a tarzinha
já tá se sentino com ciúmi de ocê.

Onti vi uma estrela daqueas que se vem caino do céu ...
Ichi! Acho que a bicinha se assuicidô,
sabeno que ocê agora é que vai cuidá de eu ... Tadinha!

Aqui, tá tudo assim, Sinhá!
Uma ciumêra que só!
A vaca Mimosa e a cabritinha Filó, j
á tão me zoiano pelos cantinho ...
Eu! Heim!!! Num é só ocê que falá cuns animá!

Sinhá!
Num consigo pregá cuns zóio tamém naum. As durmida não curta, os sonho são bão e acordo cuns treim tudo impinado, quereno saí dos trilhu ... to um pirigo que só!

Inté, Mariquinha! Vô ficano puraqui.
Aguardu noticia de ocê
Sem ocê num sei vivê
Se um dia ti perdê
Prefiro inté morrê
A ficá aqui sofreno
Cum sodade de ocê

Seu Joca, Poeta Caipirinha, pra vida intêra!

Inserida por anaferreira