Tânia Mara Camargo: PRA CANDIDATA QUE QUÉ CASÁ Recebi o...

PRA CANDIDATA QUE QUÉ CASÁ

Recebi o recado de vóis micê, o Zé dos correio veio intregá
Caboca oferecida ocê né? Mais fiquemo interessado na sinhá
Antão vim se expricá direitinho o que tenho pra vois micê dizê:

Muié prendada, na minha tapera tem lugá
Os principá vois micê já sabe fazê
To pricisado de uma caboca das boa pra lavá, passá, cozinhá e bordá
Mas que saiba também muntá

Vois micê num sabe cumo é amá?
Mais cum eu vai aprendê e ter seu primero home, vois mecê vai gostá
Desse ABC tenho tudo pra ensiná a gente cumeça logo pelus beabá.

Vancê é mulé que procuru, pra modi com eu casá, sabe tudo das cozinha
E olha, sinhá, sou doido por mingá
E do seu quero prová inté se acabá

Vois mecê num se preocurpe, os carrapato ajudo a catá
Mas nun fique pensano que virge ocê vai continuá
Antes de ocê mais eu se casá, vou logo exprementá
Pra modi se podê se a comprová
Se num sujá os pano, pra cidade vai vortá

Bão sabê que vois micê é mulé das roça
No meio do milhará, nois se para pra descançá, dispois de capiná
Antão vou te ensiná, o jeito de certo de pegá lá
Nos cabo da inxada que eu tenho pra ti dá
Se sabe os mio debuiá, já tem como cumeçá

Nun vou deixá vois micê virá tia
Nem ninguém vais mais falá
O povo aqui tudo me cunhece
Sou bom de briga e de prosa
Mais se mexe cuns gado meu
Se arresorvo nas ispingarda, nos canivetes
E a dispois mando umas rosa

Gosto de mulé brejêra, cabrocha cherosa e matrêra
De dia e fora das portêra
Nas noite quero uma potranca braba e arisca
Sorta e sem cabresto pra amuntá e se amuntada
Amá e se amada por toda as madrugada

Óia caboca exibida, vois micê já tem minhas resposta
Vou mandá na cidade ti buscá
E antão nois vai se ajuntá e se casá
Mas vê se num esquece os enxová
Pruque se num trazê, te devorvo pro seu lugá

E só pra vois micê se alembrá
Se num me dá as assistênça
Fica escancarada as concorrênça
Proque tem uma cabrocha do Praneta
Nas lista das pretensão

Bão! Já tem minhas resposta.

Inserida por anaferreira