SANDRA MELLO-FLOR: quem copia m De ti nada se aproveita Nem...

quem copia m

De ti nada se aproveita
Nem esta falsa alegria tola
Que teus versos não disfarçam
A tua amargura e a falta de sonhos

De ti nada se aproveita
Estes teus versos pobres
Tão vulgares que dão pena
Sem amor tão vulgar

De ti nada se aproveita
Nem os versos roubados
que tu maquia.
Ficam tão pobres
tão podres
De ti nada se
aproveita, que pena!
Que feia....

Inserida por sandramello6