Luana Ferraz: Ser louco é despertar o intimo, é ser...

Ser louco é despertar o intimo, é ser você nas brechas incontidas, nos seus pensamentos que incomodam, que regulam e que quando você a encontra soltam-se, vivem, por mais estúpida que sejam as sensações.

Inserida por luanaferraz