Rodrigo Dias: Instinto Selvagem Sinto a luz do luar...

Instinto Selvagem

Sinto a luz do luar
Meu corpo começa a queimar
Não vejo mais nada
Apenas aquela luz pálida

Sinto meu corpo se redobrar
Parece que essa dor nunca ira terminar
Meu coração começa a ferver
Começo a sentir que nada devo temer

Depois de tanto sacrifício
Veio o inesperado
Ainda não havia terminado

Olho a lua mais uma vez
Tenho a sensação que não mais morrerei

Selvagem eu fui
Selvagem eu serei
Sobre a luz da lua eu me libertei.

Inserida por Alcartur