Carolline Souza: Sobre o fogo "emanar" do Lat....

Sobre o fogo

"emanar"


do Lat. emanarev. int.,
evolar-se;
sair de;
provir;
desprender-se;
disseminar-se em partículas subtis.




E estava ali...como uma canção que começa baixinho, apenas com a voz do cantante e um pianinho ou outro instrumento suave a acompanhar...e derrepente... todos os instrumentos... e uma confusão de guitarras e baterias a entorpecer o meu espírito...

E o fogo ainda estava ali... a me consumir...

Eu percebo porque as pessoas tem medo do fogo, acho que no fundo, apesar de todas as nossas frases de "carpe diem, temos medo daquilo que nos tira o controlo, e o fogo não tem controlo, ele queima em todas as direcções...

Eu não tenho medo... nunca tive... sempre me joguei ao fogo como se estivesse a mergulhar no mais límpido lago...

E quanto as consequências? as queimaduras? não tenho medo de cicatrizes, a pele regenera, as piores marcas são as internas, mas mesmo elas um dia saram...

Mas o fogo... é inebriante... sedutor... necessário...

Não... a minha teoria foi completamente afundada, um amor eterno sem fogo não é melhor do que um amor com prazo de validade, mas que queima incessantemente...

É como a tal música, ele começa devagar, o coração assume uma nova batida... e taram... cá está, possuída, inerte, sem controlo...

Pois é sou uma potencia sem controlo, viva! e do que vale o controlo? do que vale perder toda a diversão? o que vale ter a paciência de um Buda, quando o fogo não queima?

Não, não, não!!!

Não quero ter paz, não quero me contentar, não quero ser o casal que vence o tempo, mas que não queima...

Eu quero queimar, quero explodir num céu coberto de estrelas!!!

E não me venham com merdas!!! Não me venham com criticas, quem não aguenta com o calor que eu emano que se afaste!!!

Não está tudo perfeito desse jeito, mas a perfeição é uma utopia, e se ela existir mesmo... ardera tanto como a imperfeição...?

Deixa queimar...

Inserida por carollsurreal