Luan Paz: Repaginar. Em decorrência a tudo que se...

Repaginar.

Em decorrência a tudo que se passa em nossas vidas, é sempre bom repaginar, rever e corrigir os pontos incertos.
Muitos de nós procuramos viver em metas e com um desejo enorme de trazer a felicidade para vida daqueles que estão ao nosso lado. Querendo ou não, isso acaba decaindo quando o seu companheiro, seu amigo, seu ente não quer enxergar.
Inúmeras vezes nos colocamos a disposição de tudo e todos tentando sempre contornar e envergar os erros e conceitos. Mas isso acaba caindo, afundando, desmoronando quando os outros não procuram caminhar juntamente conosco. Quando tudo se torna evasivo é quando chega à inesperada hora de repaginar.
Penso que não é tão bom quando isso passa frente aos nossos olhos, além do mais são planos e dias arquivados com carinho e afeto para que tudo seja certo, mas não é nada tão ruim. Essas coisas acontecem mesmo e disso não podemos fugir, na hora certa, no dia, no momento é isso que tende a acontecer.
Com uma pitada de conhecimento, ou simplesmente repaginando tudo que já se passou, acabamos por fim ‘abandonando o barco’ e procurando implantar novas metas e quando olhamos estamos novamente na estaca zero, novamente no ponto de partida.
A partir do momento que isso acontece, não devemos olhar para trás, aquela página onde querendo ou não sofremos bruscamente e lentamente por dar o nosso melhor para certas pessoas. Devemos apagar, deletar e escrever algo mais seguro.
Um recomeça nunca é mal visto, até porque ele é o método mais seguro para que não venhamos deixar ocorrer o mesmo de antes. Refazer de um modo diferente é sempre válido.
Agora segurado de tudo que passa eu deixo a dica: viva para você, procure seguir com seus objetivos e não deixe no meio do caminho. Reconheça o que se passa realmente frente a você e não tenha medo de arriscar e atirar frente a tudo. Grite, esperneie, mas faça o certo, faça o que for preciso e deixe fluir o sorriso mais lindo que você tem. A chave para vida feliz é a sua mão e seus pensamentos, são eles que vão indicar o lado seguro a seguir, sendo ele bom ou ruim. A felicidade é construída pelo seu verdadeiro ‘eu’ e você não precisa de nada, nem ninguém.
Você não precisa fica contornando tudo, você tem que ser você mesmo e sem medo de mostrar sua cara e seus objetivos, sendo eles bons ou ruins.

Inserida por Luanpaz