RAUL DANTAS: O BRILHO DELES TORNOU-ME TENUE. OPACO....

O BRILHO DELES TORNOU-ME TENUE.
OPACO.
ME OFUSCOU.
FERIO ONDE PARECIA IMPENETRAVEL.
E SANGROU.
COMO DOEO...
O SANGUE NAO ERA VERMELHO,
ERA INCOLOR E DOLOROSO.
POREM TUDO OQUE FOI VISTO...
FOI O MAXIMO QUE PUDE MOSTRAR,
EM TODA INTROSPECÇAO.
É O FIM DO QUE DEVERIA SER INICIO.
E INICIO DE UM COMEÇO QUE NAO DEVERIA SER.

Inserida por csar