BrendaOlliveira: Às vezes a impressão que tenho é a de...

Às vezes a impressão que tenho
é a de que estou me perdendo dentro de mim mesma
não sei se sou pequena demais pra caber tudo o que sou
Ou se é muita coisa transbordando de dentro de mim
Não me contento com aquilo que me pede pra ficar parada
Vivo de mãos dadas com o movimento
Amo a liberdade
Então se me ama, não me podes
Não queira que seja aquilo que não sou
Não me aperte entre os dedos
Sou essa eterna mistura
quem me conhecer vai acabar se perguntando
ou tentar ficar juntando
a delideza da minha face com a fúria dos meus pensamentos
Sou louca porque me aceito
Sou louca porque não rejeito
aquilo que vem de dentro de mim
Me permito sim
Misturo em mim outros seres
Misturos os meus sentidos nos meus sentires
E amo o resultado dessa combinação

Inserida por BrendaOliveira