Sammantha Gordiá: Quando eu fecho os olhos sua imagem...

Quando eu fecho os olhos sua imagem invade minha mente.
É como se você estivesse aqui, comigo, novamente!
Vou perdendo o chão aos poucos, o tempo pára e o amanhã se distancia.
Nada mais faz sentido!
Falta-me o ar.
Tudo que desejo está ao meu alcance agora e nada mais me amedronta...
Você me olha nos olhos e me sinto forte para encarar o futuro.
Deus foi realmente generoso ao cruzar nossos destinos!
Mas derrepente, o frio se alastra pelo meu corpo numa audaciosa onda de realismo!
Deparo-me então com a solidão. Você não está aqui!
A saudade toma conta do meu ser.
Desejo-te novamente.
Desejo-te anciosamente!
Quero somente tê-lo por perto, senti-lo junto a mim, ouvindo juras de amor eterno, respirando no ritmo de sua pulsação, sussurrando-te o pé do ouvido aquilo que tanto queres ouvir, beijando-te com ternura e abraçando-te com paixão!
Quero sentir o mundo esvair e retornar num baque de emoções...
Emoções estas que só você me faz sentir;
Sentimentos que só você me faz sonhar;
Sonhos que só você me proporciona,
Em proporções inimagináveis!
INIMAGINÁVELMENTE TE AMO!

Inserida por sammantha