Valéria Almeida: Levamos a vida em um estádio de...

Levamos a vida em um estádio de batalhas!
Por que estádio?
Porque em “campos de batalhas” como seria o correto pronunciar, não temos platéias, como temos nos estádios. E é assim, que enfrentamos a vida, batalhando na frente de uma enorme platéia, tal essa contra e a favor.
Se acertarmos na pontaria, ouvimos alegria da torcida, mas se erramos ouvimos mais alegria ainda, daqueles que torcem para nos darmos muito mal, e sem dúvidas sempre essa torcida é a maior.
A cada dia um grupo de adversário diferente enfrentamos, mais a torcida está lá, com um elemento a mais ou a menos, em um dos lados, mas permanecem no mesmo lugar, TORCENDO.
Vivemos assim, BATALHANDO. Mas como toda batalha tem um perdedor, a da vida não é diferente, perdemos? sim. Mas não desistimos, por que desistir é para os fracos, sendo assim os fracos não vão para batalhas, pois são fracos, ou seja, se já estamos no meio de um conflito é por que somos fortes, e temos capacidades de vencer. Quem desiste nunca CHEGA até uma batalha.
E a platéia se resume nos fracos. Não tem o que fazer, só resta assistir os outros ganhar ou perder. A platéia maior sempre é a do contra, lógico, os fracos gostam de ver se formarem outros fracos, mais apenas esquecem, que quem batalha é extremamente forte.
Saia da platéia, LUTE!

Inserida por ValeriaAlmeida