Miguel westerberg: Escrevo em silencio e trago para a luz...

Escrevo em silencio e trago para a luz do dia o que poucos conseguem enxergar, já que o mundo em que vivemos tornou-se um labirinto de enigmas infindáveis que só os mais audazes conseguem decifrar. A ciência sufoca e ao mesmo tempo alimenta as nossas fantasiais.

Inserida por israelwest