Renato Alexandre dos Santos Freitas: ESCREVER Vou escrever... Mas se não...

ESCREVER

Vou escrever...
Mas se não quiseres ler,
Não leias.
Porque quem não lê não quer,
Não gosta, não aprecia.
Porque se a vida
Não parece a que era nada
parece fazer sentido.
Mas uma coisa é certa.
Faz.
Mas se fizer,
Será que estás a ir
Num bom caminho?
Ou terás antes a ir num mau?
Penso que a vida só corre
Bem os que fazem por isso.
Mas é uma coisa é certa.
Aquela luz ao fundo
Do túnel pode nunca
Vir a iluminar a tua vida.
Mas aí direi-te
Que a culpa em parte,
Pelo menos, é tua.
Porque não quiseste
Seguir o caminho certo.
Tu é que sabes
O que deves fazer.
Mas pode não ser
O mais indicado
Para aquela situação
Ou para a outra.
Uma pessoa nunca sabe
O que vai fazer a seguir
Se vai:
Andar para a frente
Para trás, correr,
Discutir, lutar, etc., etc.,...
É certo que a vida nem sempre
Nos corre como queríamos.
Mas o mais importante é tomarmos
As decisões certas.
Contudo estas por vezes
Parecem não nos estarem à vista.
Estão escondidas em nós.
Mas... quem sabe se não haverá
Um dia em que as encontres
E aí sentir-te-ás o maior.
Uma pessoa pessoa espectacular.
E perceberás que a vida
Não são dois dias.
São vários!
Desde que estes sejam bem aproveitados!
Uma pessoa deve pensar bem antes
Tomar as decisões que acha mais correctas,
Mas isso nem sempre acontece...
Por isso não desanimes...
Avança!
Mais uma vez e tenta perceber
O que resultou daí.
Será que houve consequências,
Más, boas, terríveis.
Depois disto deves pensar, pensar, pensar...
Racicionar e retirar conclusões.
Testa-as, confronta-as.
E vê se mudou alguma coisa na tua vida.
Não penses que está tudo errado,
Se erraste foi porque houve algum erro
Mas não fiques mal com isso!
Errar, como se sabe, é humano!
Toda a gente erra,
Ainda que nem sempre pareça!
Caminha rumo ao teu futuro,
Aquela que luz que te apareceu à frente.
Segue o teu destino e sentir-te-às contente!

Inserida por RenatoFreitas