Margarida: De vigília O galo, avisa que a...

De vigília

O galo, avisa que a madrugada se finda
Passei a noite de vigília
Esgotada fiquei
Nem mesmo assim dormi

O dia começando
Meu cérebro, também
Formando em nuvens,
você

O sol de findando, e eu meditando
Não da para me afastar,
Dos pensamentos sombrios
Que voltam a me torturar,

A noite já vem,
Meu coração deseja você
Quero te ver,
Meu corpo cansado
Mas não consigo dormir

Inserida por Sdremargarida